Navigation

Presidente da Ucrânia diz que "ato terrorista" derrubou avião da Malásia

Ukrainian President Petro Poroshenko chairs a meeting in Kiev July 17, 2014. Ukrainian armed forces were not involved in the Malaysia Airlines passenger plane MH-17 being brought down in eastern Ukraine, the presidential press service said on Thursday. Interfax quoted it as saying that President Petro Poroshenko did not exclude that the plane had been shot down. REUTERS/Mykola Lazarenko/Pool (UKRAINE - Tags: POLITICS TRANSPORT DISASTER CIVIL UNREST) reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 17. julho 2014 - 19:20

KIEV (Reuters) - O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, acredita que um "ato terrorista" foi a causa da queda de um avião da Malásia na quinta-feira, disse seu assessor.

"Poroshenko crê que esse avião foi abatido: não é um incidente, não é uma catástrofe, mas um ato terrorista" disse Svatoslav Tsegolko.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.