Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Cynthia Johnston e Yasmine Saleh
CAIRO (Reuters) - O presidente israelense, Shimon Peres, discute no Egito, neste domingo, maneiras de reiniciar o processo de paz no Oriente Médio, depois de o presidente egípcio ter acusado Israel de criar obstáculos para os assentamentos palestinos.
O Egito, a primeira nação árabe a assinar um acordo de paz do Israel, tem sido um mediador constante das negociações no Oriente Médio.
Um dia antes da chegada de Peres, o presidente do Egito, Hosni Mubarak, afirmou ao Parlamento que Israel estava colocando "novos obstáculos" para a paz.
"Eu falarei para eles pararem com suas práticas na Cisjodânia e para suspenderem o cerco a Gaza, respondendo ao chamado de paz", afirmou ele.
Os dois presidentes discutirão recentes desenvolvimentos nas negociações sobre Oriente Médio e o processo de paz entre Israel e os palestinos, informou uma autoridade israelense antes da viagem.

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters