Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente do Irã, Hassan Rouhani, durante coletiva de imprensa em Nova York 22/09/2016 REUTERS/Lucas Jackson

(reuters_tickers)

DUBAI (Reuters) - O presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse nesta quarta-feira que as novas sanções econômicas impostas pelos Estados Unidos sobre o Irã violam o acordo nuclear firmado pelo Irã com potências mundiais, e prometeu que Teerã irá "resistir", relatou a televisão estatal.

O governo Trump impôs as novas sanções ao Irã na terça-feira devido ao programa de mísseis balísticos e disse que as "atividades malignas" de Teerã no Oriente Médio minaram quaisquer "contribuições positivas" vindas do acordo nuclear do Irã de 2015.

"Algumas das ações dos norte-americanos são contra o espírito e mesmo a carta do (acordo nuclear). Nós vamos resistir a esses planos e ações", disse Rouhani, segundo a televisão estatal do Irã.

"Um dos planos dos norte-americanos é agir de tal maneira que faria o Irã dizer que não está seguindo seus compromissos... Eu acho que os norte-americanos vão fracassar já que nós vamos sempre respeitar nossos compromissos internacionais", disse Rouhani.

O Parlamento do Irã concordou na terça-feira a discutir medidas, incluindo o aumento no financiamento do programa de míssil, como forma de retaliação para as sanções dos Estados Unidos, relatou a mídia estatal.

Reuters