Reuters internacional

BEIRUTE (Reuters) - O presidente do Irã, Hassan Rouhani, enfatizou o apoio do país à Síria no que foi chamado de guerra contra o terrorismo durante um telefonema com o presidente sírio, Bashar al-Assad, neste domingo, chamando um ataque com mísseis dos EUA de uma violação à soberania síria.

A SANA, agência de notícias síria, afirmou que Assad disse a Rouhani que a população síria e o Exército estavam "determinados a esmagar o terrorismo em cada parte do território" e agradeceu pelo apoio.

Os EUA lançaram um ataque com mísseis na sexta-feira contra uma base aérea síria em resposta à ação com armas químicas que matou 87 pessoas, incluindo 31 crianças, numa operação que, segundo Washington, foi realizada pelo governo sírio.

O governo de Assad nega qualquer envolvimento na ação.

Rússia e Irã têm fornecido importante apoio militar a Assad na guerra contra grupos rebeldes.

Reuters

 Reuters internacional