Reuters internacional

JOHANESBURGO (Reuters) - A presidente do Parlamento sul-africano disse neste domingo que avaliará um pedido dos partidos de oposição para realizar uma votação de não-confiança no presidente Jacob Zuma.

Baleka Mbete, que é a presidente nacional do Congresso Nacional Africano (CNA), fez as observações em uma coletiva de imprensa transmitida pela TV após ela ter encurtado uma viagem ao exterior.

A demissão do ministro das Finanças por Zuma abalou os mercados sul-africanos, minando sua autoridade e ameaçando dividir o CNA, que tem governado desde o fim do apartheid.

Os principais partidos de oposição, o centrista Aliança Democrática e o ultra-esquerdista Combatentes da Liberdade Econômica, escreveram a Mbete pedindo que ela reúna o Parlamento e realize uma convenção urgente sobre a questão.  

Moções anteriores de não-confiança contra Zuma falharam, uma vez que o CNA tem a maioria, mas há uma crescente retaliação contra ele dentro de seu próprio partido e seus aliados, após uma sequência de erros e escândalos.

(Por Ed Stoddard)

Reuters

 Reuters internacional