Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Trump se reúne com presidente peruano Kuczynski. 24/2/2017. REUTERS/Yuri Gripas

(reuters_tickers)

LIMA (Reuters) - O primeiro líder latino-americano a visitar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na Casa Branca afirmou nesta sexta-feira ter dito a Trump que prefere pontes a muros e defende a livre movimentação de pessoas entre fronteiras.

No entanto, em uma coletiva de imprensa após a reunião, o presidente peruano Pedro Pablo Kuczynski não quis comentar especificamente sobre a proposta de Trump de construir um muro ao longo da fronteira entre EUA e México para reduzir a imigração ilegal e o tráfico de drogas.

"Eu não quero entrar no muro", disse Kuczynski em comentários veiculados no canal de televisão peruano Canal N. "Estamos interessados na livre movimentação de pessoas... Eu enfatizei ao presidente Donald Trump que preferimos pontes a muros."

Kuczynski comparou anteriormente a proposta de muro de Trump ao Muro de Berlim e chegou a brincar que ele cortaria laços com os EUA caso Trump fosse eleito presidente.

Kuczynski depois parabenizou Trump sobre sua surpreendente vitória eleitoral e descreveu sua reunião nesta sexta-feira como amigável e positiva.

(Por Mitra Taj)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters