Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Procuradora-chefe da Venezuela, Luisa Ortega, recebendo documento de grupo de parlamentares do Partido Socialista Unido da Venezuela, em Caracas. 21/10/2015 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

(reuters_tickers)

CARACAS (Reuters) - A procuradora-chefe da Venezuela, Luisa Ortega, disse na sexta-feira que a decisão do Tribunal Supremo de Justiça de assumir o papel do Congresso violou a Constituição.

"Isso representa uma ruptura da ordem constitucional. É minha obrigação expressar minha grande preocupação com o país", disse Ortega, em um descolamento incomum da linha governamental para alguém que tem sido uma importante aliada do governo socialista.

(Reportagem de Liamar Ramos)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters