Reuters internacional

Ônibus do Borussia Dortmund após ser atingido por explosão. 11/04/2017 Reuters/Kai Pfaffenbach

(reuters_tickers)

BERLIM (Reuters) - A Procuradoria Federal da Alemanha disse nesta terça-feira que não encontrou qualquer indício de que existiu uma "origem terrorista" no ataque ao ônibus do time de futebol Borussia Dortmund em 11 de abril.

"As investigações realizadas até agora não nos deram quaisquer pistas de que houve uma de origem terrorista no ataque", informaram os procuradores em um comunicado.

Cartas deixadas no local levaram a crer que militantes islâmicos estiveram por trás do ataque com bomba.

Os procuradores disseram acreditar que o suspeito Sergei V., um germano-russo de dupla nacionalidade que foi preso em 21 de abril, realizou a ação "puramente por razões monetárias".

(Por Michelle Martin)

Reuters

 Reuters internacional