Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - Vinte e dois milhões de norte-americanos perderiam suas coberturas de seguros de saúde durante a próxima década por conta de uma proposta de lei divulgada pelos republicanos do Senado dos Estados Unidos na semana passada, informou nesta segunda-feira o não partidário Escritório de Orçamentos do Congresso (CBO, na sigla em inglês).

Em comparação, o CBO havia estimado anteriormente que legislação similar aprovada pela Câmara dos Deputados iria fazer com que 23 milhões de norte-americanos perdessem coberturas até 2026.

Em uma análise do projeto de lei do Senado, o CBO informou que o número total de norte-americanos que ficariam sem cobertura até 2026 sob a proposta do Senado seria de 49 milhões. Isto se compara à estimativa do escritório de 51 milhões sob o projeto da Câmara dos Deputados e 28 milhões sob a lei atual.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters