Putin critica expansão da Otan antes de cúpula da aliança militar em Londres

Presidente russo, Vladimir Putin, em Sochi 03/12/2019 REUTERS/Shamil Zhumatov reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 03. dezembro 2019 - 14:55

SOCHI, Rússia (Reuters) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, criticou nesta terça-feira a expansão contínua da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), algo que sugeriu ser despropositado dada a ausência de qualquer ameaça da parte de Moscou após o colapso da União Soviética em 1991.

Durante uma reunião entre líderes militares russos em Sochi, Putin disse que a expansão da Otan oferecia uma ameaça ao país, mas acrescentou que espera que um interesse compartilhado em segurança comum prevalecesse.

Apesar das tensões, Putin afirmou que a Rússia continua pronta a cooperar com a aliança militar.

As declarações de Putin foram feitas enquanto o presidente dos Estado Unidos, Donald Trump, atacava aliados europeus antes da cúpula de aniversário da Otan em Londres, criticando o francês Emmanuel Macron por seus comentários "muito sórdidos" sobre a aliança e a Alemanha por investir em defesa menos do que a meta.

(Por Vladimir Soldatkin)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo