Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente da Rússia, Vladimir Putin. 17/01/2017 REUTERS/Sergei Ilnitsky/Pool

(reuters_tickers)

MOSCOU (Reuters) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente norte-americano, Donald Trump, devem conversar por telefone no sábado, no primeiro diálogo desde que Trump assumiu a Presidência dos Estados Unidos, informou o Kremlin.

A conversa telefônica será um primeiro passo crucial em direção ao que o Kremlin e a Casa Branca esperam ser uma reaproximação nas relações entre os países, que atingiram alto nível de tensão durante o governo do ex-presidente Barack Obama.

A conversa também será acompanhada de perto por críticos de Trump, após agências de inteligência dos Estados Unidos alegarem que serviços de segurança da Rússia tentaram influenciar a eleição presidencial norte-americana a favor do republicano.

O porta-voz de Putin, Dmitry Peskov, perguntado por agências de notícias russas se o telefonema irá acontecer no sábado, respondeu: "sim", mas não deu mais detalhes.

Durante a campanha eleitoral norte-americana, Putin e Trump elogiaram as qualidades pessoais um do outro e disseram estar esperançosos em recomeçar relações.

Trump levantou a possibilidade de rever sanções impostas sobre a Rússia após Moscou anexar a região ucraniana da Crimeia em 2014 e ajudar rebeldes separatistas na luta contra forças do governo da Ucrânia no leste do país.

(Reportagem de Polina Devitt)

Reuters