Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

CATANIA, Itália (Reuters) - Quase 1.300 imigrantes chegaram à Sicília em navios de resgate no fim de semana após cruzarem o Mediterrâneo, mas um garoto de 16 anos morreu em uma das embarcações, informou a guarda costeira italiana.

Outros 500 imigrantes estavam a caminho da ilha e devem chegar nos próximos dias, após terem sido resgatados de barcos inseguros na costa da Líbia. 

A Braços Abertos, que opera um dos barcos de resgate, também disse no Twitter que cinco imigrantes haviam se afogado antes de um dos resgates, mas um porta-voz da guarda costeira não confirmou as mortes. 

Em Catania, na costa leste da Sicília, o corpo do rapaz de 16 anos foi retirado da Siem Pilot, uma embarcação norueguesa que opera em nome da agência Frontex, da União Europeia.

(Reportagem de Steve Scherer em Roma e Antonio Parrinello em Catania)

Reuters