Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

ROMA/FLORENÇA (Reuters) - Um avião militar caiu e pegou fogo durante uma manobra de treinamento perto do aeroporto de Pisa, região no centro da Itália, causando a morte de todos os cinco tripulantes, informou a Aeronáutica na segunda-feira.
A aeronave caiu perto da linha ferroviária que liga Pisa a Roma, suspendendo as operações em uma das duas plataformas e causando atrasos. O aeroporto da cidade da região da Toscana, de onde partem voos da companhia aérea de baixo custo RyanAir, ficou fechado por várias horas.
"Um avião de transporte C-130J da Aeronáutica caiu por volta das 14h10 de hoje (11h10 no horário de Brasília) perto do aeroporto militar de Pisa, de onde decolou em uma missão de treinamento. Os cinco militares a bordo morreram", informou um comunicado da Aeronáutica, que anunciou a criação de uma comissão de inquérito para investigar as causas do acidente.
O presidente italiano, Giorgio Napolitano, expressou "sentimento de profundo pesar e proximidade afetiva" às famílias das vítimas, segundo nota. O primeiro-ministro Silvio Berlusconi também expressou suas condolências.
O Corpo de Bombeiros do Comando Provincial de Pisa informou que os corpos dos dois pilotos foram encontrados ainda usando os cintos de segurança em seus respectivos assentos na cabine de comando, que não foi atingida pelo fogo.
Outro corpo estava na cauda do avião, que se desprendeu com o impacto e pegou fogo. Dois outros corpos foram encontrados fora da aeronave.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters