Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

DUBAI (Reuters) - Ao menos 39 pessoas morreram neste domingo quando uma aeronave iraniana da Sepahan Air caiu depois de decolar no aeroporto Mehrabad em Teerã em um voo para Tabas, no nordeste do Irã, afirmou a imprensa estatal.

As informações iniciais davam conta de que todos os 48 passageiros e tripulantes haviam morrido, mas a mídia estatal afirmou posteriormente que alguns passageiros ficaram feridos e foram transferidos a um hospital. 

A Agência de Notícias da República Islâmica (Irna) disse que oito ou nove pessoas sobreviveram, e citou um médico que disse que um dos feridos estava consciente. 

Muitas companhias aéreas iranianas registraram acidentes, e políticos iranianos culpam as sanções internacionais que impedem as empresas de trocarem suas envelhecidas frotas.

Aproximadamente 14 acidentes envolvendo aviões iranianos foram registrados na última década até janeiro de 2011. 

O presidente Hassan Rouhani ordenou a paralisação de todos os voos com aeronaves Iran-140 até que investigações sejam conduzidas, afirmou a Irna.

O piloto do voo detectou problemas técnicos quatro minutos após a decolagem e tentou voltar ao aeroporto, afirmou o canal de televisão estatal, mas o bimotor turboprop se acidentou em uma estrada às 9h18 no horário local. Uma testemunha afirmou que o avião se chocou contra um muro. 

O canal de televisão estatal afirmou que 37 pessoas morreram no momento do acidente, duas morreram no caminho do hospital e outras nove estavam sendo atendidas. 

A autoridade de aviação civil disse que os passageiros incluíam dois bebês e três crianças com menos de 12 anos, afirmou a Irna. Mashallah Shakibi, 63 anos, um ex-membro do parlamento de Tabas, estava entre as vítimas, de acordo com a reportagem do canal estatal iraniano Irinn. 

Um sobrevivente disse que foi salvo ao pular por um buraco criado na estrutura do avião com a explosão. "A força da explosão nos jogou para fora do avião", disse Mohammad Abedzadeh segundo o website do Irinn. "Segundos depois, vi o avião inteiro em chamas", disse chorando. 

Uma foto no website da Irna mostrava uma grande nuvem de fumaça sobre o trânsito de um cruzamento. Uma imagem da Agência de Notícias Estudantil Iraniana mostrava um pedaço carbonizado do avião no chão.

A caixa preta da aeronave foi encontrada, segundo informações da Irna. As autoridades apuram a causa do acidente. 

(Por Michelle Moghtader)

Reuters