Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um dos quatro McDonald's fechados em Moscou pela agência de segurança alimentar da Rússia. 21/08/2014 REUTERS/Maxim Zmeyev

(reuters_tickers)

Por Polina Devitt

MOSCOU Rússia (Reuters) - A Rússia aumentou o cerco a restaurantes McDonald’s nesta quinta-feira, após o órgão regulador de segurança alimentar do país ter começado a realizar visitas de fiscalizações não agendadas em diversas regiões do país, um dia após quatro unidades da rede terem sido fechadas pela agência em Moscou.

O órgão regulador citou violações de regras sanitárias por restaurantes da cadeia McDonald's, mas a ação acontece após Moscou e o Ocidente terem trocado sanções por conta do conflito na Ucrânia. A agência negou que suas ações tenham motivação política. 

“Há reclamações sobre a qualidade e a segurança dos produtos na rede de restaurantes de fast food McDonald’s”, disse a agência reguladora, a Rospotrebnadzor. A entidade não quis comentar a dimensão das fiscalizações planejadas.

O órgão disse nesta quinta-feira que já estava realizando checagens em unidades do McDonald’s nas região das montanhas Urais de Sverdlovsk, da região do Volga de Tartaristão, da região central de Voronezh e da região de Moscou. 

A agência também planeja realizar checagens na república do Bascortostão e na região sulista de Krasnodar. Algumas das visitas fiscalizadoras são espontâneas. 

Natalya Lukyantseva, uma representante do órgão regulador na região de Sverdlovsk, disse que as visitas foram iniciadas por causa das reclamações de clientes. 

“Estamos cientes do que está acontecendo. Sempre estivemos e agora estamos abertos a quaisquer checagens”, disse uma porta-voz do McDonald’s na Rússia. Ela não comentou sobre os motivos da fiscalização. 

Na quarta-feira, a agência ordenou a suspensão das operações de quatro restaurantes McDonald’s em Moscou, citando “diversas" violações de leis sanitárias. 

Os fechamentos incluem a unidade da Praça Pushkin, em Moscou, a qual, segundo a companhia, é uma de suas mais movimentados no mundo. 

O McDonald’s opera 438 restaurantes na Rússia e considera o país um dos sete maiores mercados fora dos EUA e do Canadá, de acordo com seu relatório anual de 2013. 

(Reportagem adicional de Natalia Shurmina, em Yekaterinburgo, e Maria Kiselyova)

Reuters