Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MOSCOU (Reuters) - Investigadores russos disseram nesta quinta-feira que o homem suspeito de detonar uma bomba no metrô de São Petersburgo no início do mês tinha recebido dinheiro de um "grupo terrorista internacional" na Turquia, informou a agência de notícias RIA.

Catorze pessoas foram mortas no ataque.

O Comitê de Investigação da Rússia disse que Akram Azimov, irmão do suspeito de ter organizado o ataque, tinha transferido dinheiro da Turquia para o suposto responsável, Akbarzhon Jalilov, segundo a RIA.

(Reportagem de Jack Stubbs e Vladimir Soldatkin)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters