Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MARRAKECH, Marrocos (Reuters) - A Rússia e os Estados Unidos estão prestes a fechar um novo acordo de redução do arsenal de armas nucleares de ambos os países, às vésperas do fim de um acordo anterior, disse um assessor do Kremlin em uma conferência política no Marrocos.
O Tratado de Redução de Armas Estratégicas expira em 5 de dezembro e negociadores têm trabalhado para preparar um novo acordo detalhado a ser assinado pelos líderes de ambos os países.
O presidente norte-americano, Barack Obama, e o seu relativo russo, Dmitry Medvedev, acertaram em julho os detalhes de um acordo preliminar que substituirá o tratado de 1991, mas negociadores continuam trabalhando em vários aspectos técnicos.
"Seguimos otimistas sobre... assinar um novo acordo este ano que implicará em um grande progresso para o mundo nesta questão", disse Arkady Dvorkovich, alto assessor de Medvedev, durante a Conferência de Política Mundial em Marrakech.
"Temos um diálogo muito bom e construtivo agora nesta questão. Creio que os obstáculos são em sua maioria técnicos e podemos finalizar em tempo", afirmou na noite de sábado.
Conversas sobre o pacto foram facilitados pela decisão de Obama de recuar nos planos de seu antecessor, George W. Bush, de implantar um escudo antimísseis no Leste Europeu.
(Reportagem de Tom Pfeiffer)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters