Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov 19/05/2016 REUTERS/Sergei Karpukhin

(reuters_tickers)

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin afirmou nesta quinta-feira que a Rússia está determinada a defender seus interesses econômicos depois da adoção de um novo pacote de sanções dos Estados Unidos contra Moscou.

O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou a contragosto a lei que oficializa as sanções na quarta-feira, uma medida que Moscou diz equivaler a uma guerra econômica em larga escala e o fim das esperanças de uma relação melhor com o governo Trump.

"Ninguém deveria duvidar que a Rússia irá proteger e defender seus interesses", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, durante uma teleconferência com repórteres.

Reiterando a posição oficial de Moscou, ele disse: "Nós, em geral, acreditamos que esta política de sanções é míope, ilegal e desesperada".

(Por Dmitry Solovyov)

Reuters