Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Primeiro-ministro russo Medvedev comanda reunião do governo em Moscou. 07/08/2014 REUTERS/Dmitry Astakhov/RIA Novosti/Pool

(reuters_tickers)

MOSCOU (Reuters) - A Rússia vai proibir a importação de frutas, vegetais, carnes, peixes e laticínios dos Estados Unidos, União Europeia, Austrália, Canadá e Noruega, disse o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, em uma reunião governamental na quinta-feira.

A decisão acontece após um decreto assinado pelo presidente russo, Vladimir Putin, ordenando ao governo proibir ou limitar importações de alimentos de países que impuseram sanções a Moscou por seu apoio aos rebeldes no leste da Ucrânia e pela anexação da Crimeia.

"Não há nada bom em sanções e não foi uma decisão fácil de tomar, mas tivemos que fazer isso", disse Medvedev.

A proibição será válida a partir de 7 de agosto e irá durar um ano, acrescentou.

Veja a lista de produtos proibidos, clicando em: http://government.ru/media/files/41d4f8cdfeeb731522d2.pdf

Reuters