Reuters internacional

BEIRUTE (Reuters) - Dois rebeldes da Síria e um grupo de monitoramento da guerra disseram que um avião militar caiu cerca de 50 quilômetros a leste de Damasco nesta segunda-feira, em território dominado pelos insurgentes perto de uma frente de batalha que faz fronteira com terras controladas pelo governo.

"Derrubamos um caça sírio na área de Tel Dakwa, na parte rural de Damasco, e estamos procurando o piloto", disse Saad al Haj, porta-voz do grupo rebelde Jaish Osoud al Sharqiya, que tem apoio ocidental, à Reuters. O Osoud al Sharqiya é um dos principais grupos combatendo no deserto do sudeste da Síria, conhecido como Badia.

Outra autoridade rebelde, Said Seif, do grupo Mártires de Ahmed Abdo, que opera na área e também tem respaldo do Ocidente, disse que o avião caiu em uma área 15 quilômetros a leste de Bir Qasab, entre Tal Dakwa e o aeroporto de Dumair.

Não foi possível obter comentários dos militares sírios.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos, sediado no Reino Unido, disse que um avião foi abatido por um grupo rebelde na área e que não se sabe se o piloto está vivo ou morto.

A Reuters não conseguiu confirmar os relatos sobre a aeronave de forma independente.

(Por Suleiman al-Khalidi, em Amã)

Reuters

 Reuters internacional