Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

DUBAI (Reuters) - O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz, ordenou que um colunista de jornal seja suspenso depois que ele publicou texto em que compara o monarca a deus, publicou a mídia estatal neste domingo.

O rei Salman é frequentemente saudado por colunistas na mídia local, em uma deferência tradicional à autoridade, desde que o monarca de 81 anos assumiu o governo em 2015.

Mas a coluna de Ramadan al-Anzi no jornal al-Jazirah descrevendo o rei Salman como "Haleem", ou indulgente, e "Shadeed al-Eqab", rigoroso na punição, ambas expressões associadas no Islã a deus, parece ter ido muito longe.

Atribuir qualidades divinas ou dar a indivíduos qualquer um dos 99 nomes de deus não é aceito no reino, que segue a corrente estrita da escola islâmica sunita do Wahhabbi.

O jornal publicou pedido de desculpas no sábado.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters