Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LONDRES/MADRI (Reuters) - O Reino Unido e a Espanha disseram nesta quinta-feira ter convocado o embaixador da Coreia do Norte a seus ministérios de Relações Exteriores para condenar o lançamento de um míssil balístico norte-coreano que sobrevoou a ilha japonesa de Hokkaido, no início desta semana.

Anteriormente nesta quinta-feira, a primeira-ministra britânica, Theresa May, e seu equivalente japonês concordaram em trabalhar juntos no combate à ameaça norte-coreana, durante a visita de May ao Japão.

"Eu convoquei o embaixador da Coreia do Norte ao (ministério de Relações Exteriores) hoje e deixei claro o quão fortemente o Reino Unido condena o lançamento pelo regime de um míssil de alcance intermediário sobre o Japão", disse Mark Field, ministro britânico para a Ásia e o Pacífico, em comunicado.

"As ações imprudentes da Coreia do Norte violam múltiplas resoluções do Conselho de Segurança da ONU e ameaçam a segurança internacional... Eu exijo que o regime ponha um fim a seu desenvolvimento ilegal de mísseis nucleares e balísticos e retorne ao diálogo com a comunidade internacional", acrescentou.

O Ministério de Relações Exteriores da Espanha disse, nesta quinta-feira, ter convocado o embaixador norte-coreano também para exigir a redução de diplomatas da Coreia do Norte em Madri.

O Ministério espanhol não forneceu detalhes sobre o número de diplomatas que seriam removidos.

(Reportagem de Kylie MacLellan e Sonya Dowsett)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters