LONDRES (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Jeremy Hunt, disse neste sábado ao seu colega iraniano que o país facilitará a partida do navio petroleiro Grace 1 se Teerã der garantias de que a embarcação não irá à Síria.

    O petroleiro foi apreendido pela Marinha britânica na costa do território ultramarino de Gibraltar, no Mar Mediterrâneo, sob suspeitas de que tentava violar as sanções contra a Síria.

    O Irã exigiu a soltura da embarcação e nega que esteja levando petróleo para a Síria, em violação das sanções impostas pela União Europeia.

    O assunto causou tensão na região do Golfo Pérsico, e o Reino Unido disse na quinta-feira que afastou navios iranianos que tentaram bloquear um petroleiro britânico na área.

    Hunt disse que a ligação com seu colega iraniano, Mohammad Javad Zarif, foi construtiva e que ele assegurou que o Irã deseja resolver o problema e não quer o aumento das tensões.

    “Eu reafirmei nossa preocupação com o destino, não a origem, do Grace 1, e que o Reino Unido facilitará sua soltura se receber garantias de que ele não vai para a Síria, após os devidos processos nos tribunais de Gibraltar”, escreveu Hunt no Twitter.

(Reportagem de Michael Holden)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.