Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LONDRES (Reuters) - O sino do "Big Ben", o famoso relógio da torre do Parlamento britânico, soou nesta segunda-feira pela última vez antes de uma reforma que interromperá seus toques durante quatro anos.

O sino continuará tocando em acontecimentos importantes, como as comemorações da véspera de Ano Novo, mas a pausa de quatro anos provocou consternação entre políticos britânicos. A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, disse que a duração da ausência "não pode estar certa".

Os martelos que golpeiam o sino de 13,7 toneladas a cada hora durante a maior parte dos últimos 157 anos serão travados e desmontados do relógio para garantir a segurança dos trabalhadores encarregados das reformas na torre. Seu som só voltará a ser ouvido em 2021.

Centenas de pessoas fizeram silêncio ao longo da Ponte de Westminster e da Praça do Parlamento para acompanhar os toques finais, aplaudindo quando os sinos pararam de soar.

Acredita-se que a torre do relógio de 96 metros de altura que abriga o sino, chamada oficialmente como Torre de Elizabeth, seja o edifício mais fotografado do Reino Unido. Suas seções inferiores já estão cercadas de andaimes.

A comissão de parlamentares responsável pela manutenção dos prédios do Parlamento disse que revisará os arranjos devido à reação negativa, mas que continuará priorizando a segurança dos operários.

(Por Alistair Smout e Elizabeth Piper)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters