Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Chanceler francês, Jean-Marc Ayrault, durante evento em Paris. 20/12/2016 REUTERS/Charles Platiau

(reuters_tickers)

PARIS (Reuters) - O Reino Unido não poderá escolher apenas o que lhe for conveniente nas negociações para a saída do país da União Europeia, disse o ministro das Relações Exteriores da França nesta quinta-feira, acrescentando que as conversas não têm objetivo de punir os britânicos por sua escolha de deixarem o bloco.

"Não haverá seleção do que for conveniente. Mas não é sobre punir o Reino Unido. Esta não é a posição da França", disse o chanceler francês, Jean-Marc Ayrault, a repórteres.

(Reportagem de John Irish)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters