Reuters internacional

SANTO DOMINGO (Reuters) - A Procuradoria da República Dominicana informou nesta segunda-feira que prendeu 10 pessoas relacionadas com o escândalo de pagamento de propinas da Odebrecht e solicitou à Interpol a prisão de mais um suspeito que se encontra no Panamá.

Os procuradores disseram ainda que solicitaram a retirada da imunidade de três parlamentares em relação ao pagamento de propina que a empreiteira admitiu ter feito para conseguir contratos públicos.

Em uma entrevista coletiva no Ministério da Justiça, o procurador-geral, Jean A. Rodríguez, anunciou o nome de 14 pessoas, incluindo autoridades e parlamentares, indiciadas por crimes como lavagem de dinheiro, subornos e a submissão de comunicados financeiros falsos.

(Reportagem de Jorge Pineda)

Reuters

 Reuters internacional