Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse nesta sexta-feira que ela não estava aceitando nada como garantido quando convocou a eleição antecipada para junho, em que as pesquisas sugerem que seu partido conservador estava indo para uma vitória esmagadora.

May convocou uma eleição nacional antecipada em um movimento surpreendente na terça-feira, dizendo que era necessário aumentar sua maioria e fornecer estabilidade enquanto o Reino Unido se prepara para dois anos de negociações com a União Europeia sobre sua partida do bloco.

As pesquisas dão ao partido conservador de May a liderança de cerca de 20 pontos percentuais, o suficiente para dar uma maioria parlamentar de mais de 100 cadeiras.

"A campanha eleitoral está apenas começando, não estou aceitando nada de garantido, o resultado não é certo", disse ela durante discurso em uma fábrica da GlaxoSmithKline em sua região eleitoral de Maidenhead, a oeste de Londres.

Reuters