Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

CAIRO (Reuters) - O Estado Islâmico reivindicou responsabilidade por duas tentativas de ataques militantes na Europa no mês passado.

           A revista online mensal do grupo, Rumiyah, publicada nesta quinta-feira, identificou Abu Maysun al-Faransi como o homem que chocou um carro carregado de armas e explosivos contra uma van policial que dirigia em um comboio em 19 de junho pela Champs-Élysées, em Paris.

           O homem, que também era conhecido dos serviços de segurança franceses, morreu no incidente.

           A Rumiyah também identificou Usamah Zaryh como o homem que causou uma pequena explosão na estação central de trens de Bruxelas em 21 de junho. O homem foi baleado e morto por forças de segurança.

           Não houve vítimas em nenhum dos dois ataques.

    (Reportagem de Ali Abdelaty)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters