Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BRUXELAS (Reuters) - Um abismo de 60 bilhões de euros entre o Reino Unido e a União Europeia, que diz respeito a quanto Londres deverá quando sair do bloco, pode ser o grande obstáculo para um acordo para a desfiliação britânica da UE, o chamado Brexit, em março de 2019, disseram autoridades depois de conversas nesta semana.

Existem interpretações radicalmente diferentes sobre a "conta do Brexit", que o Reino Unido será legalmente obrigado a pagar em um acordo de separação com Bruxelas.

    Mas também há sinais de onde pode surgir uma concessão que poderia permitir à primeira-ministra britânica, Theresa May, propor uma cifra final mais palatável aos eleitores de seu país do que os 60 bilhões de euros de que se fala amplamente e sem deixar os outros 27 líderes com rombos nos orçamentos.

    O crucial pode ser levar em conta os pagamentos que o Reino Unido está disposto a fazer depois de se separar como parte de uma transição para um novo pacto de cooperação com o bloco, disseram à Reuters nesta sexta-feira autoridades e diplomatas da UE envolvidos em negociações depois de conversas tensas em Bruxelas.

    Quando indagado a respeito nesta sexta-feira, o secretário britânico do Brexit, David Davis, respondeu: "É uma ideia que foi cogitada."

(Por Jan Strupczewski e Alastair Macdonald)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters