Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, em Munique, na Alemanha 17/02/2017 REUTERS/Michael Dalder

(reuters_tickers)

KIEV (Reuters) - O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, disse nesta quinta-feira, em visita à Ucrânia, que Washington continuará a pressionar a Rússia sobre o que chamou de comportamento agressivo de Moscou.

Mattis disse que a Rússia não tem respeitado o acordo de cessar-fogo de Minsk, criado para acabar com a violência separatista no leste da Ucrânia.

"Apesar das negações da Rússia, nós sabemos que eles estão buscando redesenhar as fronteiras internacionais à força, comprometendo a soberania e as nações livres da Europa", disse Mattis a repórteres, ao lado do presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko.

(Reportagem de Idrees Ali e Pavel Polityuk)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters