Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

GENEBRA (Reuters) - Seis trabalhadores humanitários foram mortos em uma emboscada no Sudão do Sul, no sábado, enquanto viajavam da capital Juba para a cidade de Pibor, disse a Organização das Nações Unidas no domingo, sem especificar se trabalhavam para a ONU e sem dar mais detalhes.

Foi o maior número de trabalhadores humanitários mortos em um único incidente desde que a guerra civil do país começou, disse o comunicado da ONU.

Na quinta-feira, as forças de paz indianas protegeram de 800 a mil civis temerosos de um ataque iminente em Pibor, após confrontos entre clãs, em 21 e 22 de março, disse uma declaração anterior da ONU.

(Por Tom Miles)

Reuters