Reuters internacional

WASHINGTON (Reuters) - O senador republicano dos Estados Unidos Lindsey Graham disse que quer examinar os negócios do presidente Donald Trump em busca de qualquer ligação com a Rússia, informou a CNN nesta terça-feira, um dia depois da questão ser levantada em uma audiência do Senado.

Graham disse que seria útil ver os registros fiscais de Trump, mas que era muito cedo para dizer se ele estaria ou não disposto a requerê-los, de acordo com a CNN.

Representantes de Graham não puderam ser encontrados de imediato para confirmar a informação ou dar mais detalhes. Representantes da Casa Branca também não foram encontrados de imediato.

Graham perguntou ao ex-diretor de Inteligência Nacional dos EUA James Clapper, em uma audiência do Subcomitê Judiciário do Senado na segunda-feira, se ele tinha preocupações sobre ligações russas com os interesses empresariais de Trump. Clapper disse não poder comentar, porque a questão podia ser o tema de uma investigação em andamento.

Graham disse nesta terça-feira que pretende analisar as ligações empresariais de Trump para ver se existe alguma ligação entre a Rússia e a campanha ou os associados de Trump e que iria monitorar a investigação do FBI para ver como ela pode afetar um inquérito do Senado.

(Reportagem de Susan Heavey e Doina Chiacu)

((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 22237141)) REUTERS MCP RBS

Reuters

 Reuters internacional