Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BUENOS AIRES (Reuters) - A separação dos poderes ainda não está funcionando na Venezuela apesar de a Suprema Corte ter revertido neste sábado sua decisão de anular o Congresso, disse a ministra de Relações Exteriores da Argentina, Susana Malcorra.

Susana fez o comentário em uma entrevista a imprensa depois da reunião do Mercosul convocada para discutir a crise política da Venezuela. O bloco publicou um comunicado pedindo que a Venezuela tome "medidas concretas e imadiatas" para garantir a separação dos poderes.

A Suprema Corte da Venezuela, que tem apoiado o governo, revogou neste sábado a anulação do Congresso liderado pela oposição em meio a condenações internacionais e protestos contra o presidente socialista Nicolás Maduro. 

"Claramente, há uma situação na qual a separação dos poderes, que é essencial para a democracia, não está funcionando", disse Susana, citando as longas batalhas legais da corte contra o Congresso.

O Mercosul é composto por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, e a Argentina tem atualmente a presidência temporária do bloco. A Venezuela foi suspensa do Mercosul em dezembro.

(Reportagem de Caroline Stauffer)  

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters