Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BUENOS AIRES (Reuters) - O Exército da Argentina disse que seu site foi invadido nesta segunda-feira e imagens de supostos membros do grupo militante Estado Islâmico foram publicadas na página.

"Isso é uma ameaça. O Estado Islâmico está na Argentina e você ouvirá sobre nós em breve", disse o site, que foi visto pela Reuters. Fotos de pessoas vestidas de preto ficaram por cerca de 20 minutos na página antes do Exército as retirar.

O Exército argentino não tinha certeza de quem havia invadido o site e estava investigando, disse a porta-voz Dolores San Martin, que trabalha no Departamento de Comunicação do Exército em Buenos Aires.

As páginas da Força Aérea e da Marinha não foram afetadas.

O Ministério da Defesa não respondeu imediatamente a pedido de comentário.

(Por Nicolas Misculin)

Reuters