Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Price fala durante evento em Washington 17/3/2017 REUTERS/Joshua Roberts

(reuters_tickers)

Por Steve Holland

WASHINGTON (Reuters) - O secretário de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, Tom Price, demitiu-se sob pressão do presidente Donald Trump, nesta sexta-feira, em meio a uma polêmica sobre o uso de aviões fretados privados por Price para negócios governamentais.

A saída abrupta foi anunciada uma hora depois que Trump disse aos repórteres que estava desapontado com o fato de Price ter feito uso de viagens caras.

"O secretário de Saúde e Serviços Humanos Thomas Price ofereceu sua demissão hoje e o presidente aceitou", afirmou a Casa Branca em um comunicado.

Trump nomeou Don Wright para atuar como secretário interino. Wright é atualmente o vice-secretário assistente de saúde e diretor do escritório de prevenção de doenças e promoção da saúde.

"Eu não estou feliz. OK? Eu não estou feliz", disse Trump a jornalistas na Casa Branca.

Trump, que atualmente lida com um projeto de corte de impostos e supervisiona a resposta federal à devastação causada por três furacões, viu o drama de Price como uma distração desnecessária e nos bastidores comentou aos assessores "o que ele estava pensando?", disse à Reuters uma fonte próxima ao presidente.

Price havia prometido na quinta-feira reembolsar o custo de quase 52.000 dólares de seus assentos em voos particulares. "Os contribuintes não pagarão um centavo pelo meu lugar nesses aviões", afirmou Price, um ex-congressista.

Mas isso não foi suficiente para satisfazer Trump.

O presidente disse a repórteres que a "ótica" de viagem de Price não era boa, pois, como presidente, ele está passando muito tempo tentando renegociar os contratos dos EUA para conseguir um acordo melhor para os contribuintes.

"Olha, acho que ele é uma pessoa muito boa. Certamente não gosto da ótica", declarou Trump.

Price também foi visto na Casa Branca como tendo sido ineficaz ao tentar, sem sucesso, que o Congresso aprovasse a legislação de reforma da saúde.

Price é um entre algumas autoridades do governo Trump colocadas na defensiva sobre relatos acerca de seus hábitos de voos, como aluguel de jatos particulares ou uso de aeronaves do governo dos EUA, às vezes para viagens pessoais, quando eles poderiam ter voado comercialmente por menos dinheiro.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters