Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Mulher reage ao lado de corpo após terremoto atingir a província de Kermanshah, no Irã 13/11/2017 REUTERS/Agência de Notícias Tasnim

(reuters_tickers)

Por Raya Jalabi e Parisa Hafezi

(Reuters) - Um terremoto de magnitude 7,3 atingiu a região de fronteira entre Irã e Iraque no domingo, matando ao menos 332 pessoas, relataram as mídias estatais dos dois países, e equipes de resgate continuavam as buscas por dezenas de pessoas presas sob escombros na região montanhosa.

A televisão estatal iraniana disse que mais de 328 pessoas morreram no país e que ao menos 2.500 ficaram feridas. Autoridades locais afirmaram que o número de mortes deve aumentar à medida que equipes de busca e resgate chegam a áreas remotas do Irã.

O terremoto foi sentido em diversas províncias no oeste do Irã, principalmente na província de Kermanshah, que anunciou três dias de luto. Mais de 236 vítimas estavam no distrito de Sarpol-e Zahab, na província de Kermanshah, que fica a cerca de 15 quilômetros da fronteira com o Iraque.

(Reportagem de Raya Jalabi e Ahmed Rasheed, no Iraque; Bozorgmeh Sharafedin, em Londres; Tuvan Gumrukcu e Irem Koca, em Ancara; e Dan Williams, em Jerusalém)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters