Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Sargento Elor Azaria é abraçado pela mãe durante julgamento em Tel Aviv. 21/02/2017 REUTERS/Jim Hollander/Pool

(reuters_tickers)

TEL AVIV (Reuters) - Um soldado israelense que matou a tiros um agressor palestino que estava ferido no chão na Cisjordânia ocupada foi sentenciado nesta terça-feira a 18 meses de prisão.

Uma corte militar condenou no mês passado o sargento Elor Azaria por assassinato, crime que resulta em pena máxima de 20 anos de prisão, pelo incidente de março de 2016 na cidade de Hebron. Procuradores pediram uma pena de 3 a 5 anos.

(Reportagem de Jeffrey Heller)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters