Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MANCHESTER EUA (Reuters) - Uma mulher sudanesa que foi condenada à morte por se converter do islamismo ao cristianismo, e que foi detida depois que a condenação foi anulada, chegou aos Estados Unidos nesta quinta-feira.

Mariam Yahya Ibrahim, de 27 anos, deve chegar na quinta-feira à noite a Manchester, em New Hampshire, onde tem parentes, disse o cunhado dela, Gabriel Wani, em uma entrevista por telefone.

"Estou muito feliz", disse Wani enquanto esperava Ibrahim no aeroporto de Manchester. "Eu estive esperando por isso por um longo tempo."

Desde que deixou o Sudão depois que sua condenação e detenção desencadearam indignação internacional, Ibrahim estava em Roma, onde se encontrou com o papa Francisco, juntamente com seu marido e dois filhos.

Ela chegou aos EUA no Aeroporto Internacional da Filadélfia, onde se reuniu brevemente com o prefeito daquela cidade, Michael Nutter.

"Está muito claro que ela é uma mulher extremamente forte", Nutter disse a repórteres depois de cumprimentar a sudanesa. "Ibrahim é uma combatente pela liberdade do mundo."

(Por Scott Malone)

Reuters