Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

PESHAWAR, Paquistão (Reuters) - Um suposto avião teleguiado dos Estados Unidos disparou dois mísseis contra um reduto de militantes no noroeste do Paquistão na quarta-feira, matando quatro pessoas, segundo autoridades locais.
Os EUA já realizaram mais de 40 ataques com aviões-robôs apenas neste ano no noroeste paquistanês, enquanto suas forças enfrentam uma intensificação da insurgência do Taliban no vizinho Afeganistão.
O novo ataque ocorreu na região do Waziristão do Norte, na fronteira com o Afeganistão, cerca de 20 quilômetros a oeste de Miranshah, segundo funcionários da agência de inteligência e da força paramilitar do Paquistão.
A identidade dos quatro mortos e seis feridos permanece desconhecida, segundo essas fontes, que pediram anonimato.
O Waziristão do Norte é um reduto de militantes do Taliban e da Al Qaeda.
Desde o mês passado, o Exército paquistanês também tem enfrentado os militantes no vizinho Waziristão do Sul.
O Paquistão se opõe oficialmente aos ataques dos aviões teleguiados dos EUA, alegando que eles violam sua soberania.
Autoridades norte-americanas dizem que os ataques são realizados sob um acordo com Islamabad. Nesse acordo, o governo paquistanês tolera os ataques enquanto os critica em público.
(Reportagem adicional de Kamran Haider)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters