Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - A Suprema Corte dos Estados Unidos garantiu uma vitória nesta segunda-feira ao presidente Donald Trump ao reduzir o alcance de decisões de instâncias inferiores que bloquearam o decreto presidencial que proibia a entrada nos EUA de cidadãos de seis países de maioria muçulmana.

O tribunal informou ainda que irá ouvir, a partir de outubro, os argumentos do governo sobre a legalidade de uma das políticas mais marcantes dos primeiros meses de mandato de Trump.

Os juízes da Suprema Corte acataram parcialmente o pedido de urgência impetrado pelo governo para que entre em vigor imediatamente o decreto de 6 de março, enquanto continua a disputa judicial.

A corte também disse que irá autorizar parcialmente a entrada em vigor de uma proibição de 120 dias à entrada de todos os refugiados nos Estados Unidos.

(Reportagem de Lawrence Hurle)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters