Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BARCELONA (Reuters) - Policiais espanhóis que procuram um suspeito após o ataque de uma van em Barcelona, que matou 13 pessoas nesta semana, disseram neste domingo que não podiam descartar a hipótese de ele ter cruzado a fronteira para a França.

A polícia espanhola disse que operações de segurança estavam em andamento na Catalunha e na fronteira francesa enquanto tenta encontrar Younes Abouyaaqoub, que se acredita ser o único de 12 suspeitos ainda em liberdade.

Outros foram presos, mortos pela polícia ou em uma explosão em uma casa na Catalunha, um dia antes do ataque da van, na quinta-feira, em Las Ramblas, avenida mais famosa de Barcelona.

"Nós não temos nenhuma informação específica sobre isso, mas não pode ser descartada", disse o chefe de polícia catalão, Josep Lluis Trapero, a jornalistas, em Barcelona, ​​quando perguntado se Abouyaaqoub poderia ter atravessado para a França.

A mídia espanhola disse que Abouyaaqoub, que nasceu no Marrocos, é suspeito de ser o motorista, que fugiu após o ataque.

Trapero disse que a polícia não conseguiu confirmar quem estava dirigindo, mas disse que os investigadores acreditavam que apenas uma pessoa estava na van.

(Por Angus Berwick)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters