Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

DHAKA (Reuters) - A polícia de Bangladesh disse neste sábado que prendeu um dos homens por trás de um ataque militante em um café de Dhaka no ano passado que matou 22 pessoas, a maioria estrangeiros.

Jahangir Alam foi detido na noite de sexta-feira durante uma busca em Tangail, cerca de 100 quilômetros a noroeste da capital, disse o chefe da polícia de combate ao terrorismo, Monirul Islam.

"Ele era um dos autores intelectuais", disse Islam.

O Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade pelo ataque de 1o de julho, quando homens armados entraram no café em um quarteirão diplomático. Nove australianos, sete japoneses, um americano e um indiano estavam entre os mortos.

(Reportagem de Ruma Paul)

Reuters