Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Tabagismo custa US$1 trilhão e em breve vai matar 8 milhões por ano, diz estudo. REUTERS/Leonhard Foeger

(reuters_tickers)

GENEBRA (Reuters) - O tabagismo custa à economia global mais de 1 trilhão de dólares por ano e matará um terço a mais de pessoas até 2030 do que agora, de acordo com um estudo da Organização Mundial da Saúde e do Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos publicado nesta terça-feira.

O custo estimado supera amplamente as receitas globais com os impostos sobre o fumo, que a OMS colocou em cerca de 269 bilhões de dólares em 2013-2014.

"O número de mortes relacionadas ao tabaco deverá aumentar de cerca de 6 milhões de mortes para cerca de 8 milhões anualmente até 2030, sendo que mais de 80 por cento delas vão ocorrer em países de baixa e média renda", disse o estudo.

Cerca de 80 por cento dos fumantes vivem nesses países, e embora a prevalência de tabagismo esteja caindo entre a população global, o número total de fumantes em todo o mundo está aumentando, disse.

Especialistas em saúde dizem que o uso do fumo é a maior causa evitável de morte globalmente.

"É responsável por... provavelmente mais de 1 trilhão de dólares em custos de saúde e perda de produtividade a cada ano", disse o estudo, revisado por mais de 70 especialistas científicos.

(Por Tom Miles)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters