Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Soldado da Marinha norte-americana durante exercício militar na província de Helmand, no Afeganistão 05/07/2017 REUTERS/Omar Sobhani

(reuters_tickers)

Por Josh Smith

CABUL (Reuters) - Os Estados Unidos deveriam retirar todos os soldados do Afeganistão e parar de ouvir "fantoches" em Cabul, alertou o Taliban em uma carta aberta ao presidente dos EUA, Donald Trump, nesta terça-feira.

O governo Trump está finalizando uma estratégia para a região que pode incluir quase 4 mil tropas norte-americanas adicionais que foram solicitadas por comandantes no país, como parte de uma coalizão da Otan.

O plano foi recebido com ceticismo na Casa Branca, onde Trump e vários de seus principais conselheiros vêm criticando anos de intervenção militar norte-americana e ajuda estrangeira.

"Experiências anteriores mostraram que enviar mais tropas ao Afeganistão não resultará em nada além de mais destruição do poderio militar e econômico americano", disse o Taliban na carta em inglês divulgada à mídia e endereçada a Trump.

O grupo, que busca restaurar seu governo islâmico no Afeganistão, está realizando uma campanha cada vez mais violenta contra o governo afegão apoiado pelo Ocidente desde que perdeu poder na esteira de uma operação militar liderada pelos EUA em 2001.

No longo comunicado, o Taliban criticou o governo de Cabul, que classificou como "fantoches", "líderes mentirosos e corruptos" e "vendidos repugnantes" que estão pintando para Washington um "quadro róseo" excessivamente otimista da situação no Afeganistão.

"A situação de guerra no Afeganistão é muito pior do que você se dá conta!", disse o comunicado, ao mesmo tempo argumentando que a única coisa que tem evitado que os insurgentes tomem grandes cidades é o temor de provocar baixas civis.

A carta do Taliban termina dizendo que o conflito poderia ser resolvido com a retirada das tropas estrangeiras.

"Agora todos entendem que o principal indutor da guerra no Afeganistão é a ocupação estrangeira", afirmou o Taliban.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters