Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

KANDAHAR, Afeganistão (Reuters) - O Taliban do Afeganistão atacou mais de uma dúzia de postos de segurança ao longo de seis horas em Kandahar, província do sul do país, matando 22 policiais e ferindo 15, disseram autoridades nesta terça-feira, e militantes da insurgência crescente mataram oito soldados no oeste.

Forças do governo mataram 45 insurgentes e feriram 35, e nenhum dos postos de segurança foi capturado nos ataques ocorridos da noite para o dia, segundo as autoridades.

"Nossas forças resistiram até receberem reforços e apoio aéreo", disse Zia Durrani, porta-voz do chefe de polícia de Kandahar. "O Taliban foi derrotado".      

Já o Taliban disse a repórteres via WhatsApp que matou 43 policiais e membros de uma milícia e destruiu 13 veículos blindados.

É comum os insurgentes exagerarem as baixas de combate.

O Taliban, que luta para restaurar um governo islâmico desde que foi expulso por tropas lideradas pelos Estados Unidos em 2001, também atacou Bala Boluk, situado em Farah, província do oeste afegão, nesta terça-feira, matando oito soldados e ferindo três, de acordo com o governo provincial.

O controle ou influência do governo sobre o país diminuiu para pouco menos de 60 por cento, seis pontos percentuais menos do que no ano passado, de acordo com o Inspetor-Geral Especial das Nações Unidas para a Reconstrução do Afeganistão.

(Por Sayed Sarwar Amani em Kandahar e Jalil Ahmad Rezaee em Herat)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters