Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Homem tenta empurrar carro atolado na neve perto de New York. 15/03/2017 REUTERS/Mike Segar

(reuters_tickers)

Por Jonathan Allen e Scott Malone

NOVA YORK/BOSTON (Reuters) - Uma tempestade de neve no final do inverno que atingiu o nordeste dos Estados Unidos começou a enfraquecer nesta quarta-feira, depois de forçar o fechamento de escolas e o cancelamento de voos e interromper o fornecimento de energia de centenas de milhares de consumidores.

A neve, causada por uma tempestade rara proveniente do nordeste em meados de março, irá perder força lentamente sobre o interior de Nova York e o norte da Nova Inglaterra um dia depois de levar muita neve e ventos de grande intensidade a algumas áreas, informou o Serviço Nacional do Clima.

Milhões de moradores da Costa Leste irão enfrentar temperaturas abaixo do normal, rajadas de vento de 50 km/h e estradas e calçadas escorregadias ao voltar do trabalho e da escola para casa nesta quarta-feira, acrescentou o serviço.

"A neve residual e parcialmente derretida irá recongelar no início da manhã, resultando em condições perigosas nas ruas e passarelas", disse o serviço em um aviso, pedindo cautela adicional àqueles que fossem sair logo cedo.

Enquanto a vida já volta ao normal para muitos, alunos das escolas públicas de Boston terão um dia de folga, já que a cidade e adjacências continuam a lutar com uma precipitação de neve pesada.

A tempestade de terça-feira coroou um inverno anormalmente ameno que provocou menos neve do que o normal em grande parte do litoral do Atlântico. A neve se precipitou da parte inferior dos Grandes Lagos e do centro dos Apalaches rumo à Costa Leste e ao sul, chegando até a Carolina do Norte.

Algumas cidades, como Washington D.C. e Nova York, só receberam alguns poucos centímetros de neve, muito menos do que a quantidade prevista, que levou as autoridades a fechar escolas, interromper os serviços de trens intermunicipais e alertar as pessoas a ficarem em casa na terça-feira.

Os governadores de Nova York, Pensilvânia, Nova Jersey e Virgínia declararam estado de emergência nos momentos iniciais da tempestade.

Mais de 6 mil voos comerciais foram cancelados em todo o país por todo o dia, disse o serviço de monitoramento FlightAware.com. Prestadores de serviço relataram blecautes generalizados que afetaram mais de 220 mil lares e negócios no auge da tempestade.

(Por Brendan O'Brien)

Reuters