Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Carros virados do avesso, após fortes chuvas em Dalian, na província de Liaoning 04/08/2017 REUTERS/Stringer

(reuters_tickers)

PEQUIM (Reuters) - Tempestades assolaram Liaoning, província do nordeste da China, durante vários dias, matando três pessoas e forçando a retirada de quase 190 mil, relatou a agência de notícias estatal Xinhua nesta segunda-feira.

As tempestades, que começaram na quinta-feira, atingiram sete cidades, incluindo a importante cidade portuária de Dalian, disse a Xinhua.

    Três mortes foram relatadas no condado de Xiuyan da cidade de Anshan, informou a reportagem, sem dar detalhes.

    Um total de 188 mil moradores locais foram retirados para terras mais seguras, mais de mil casas desabaram e 66.400 hectares de terras de cultivo foram danificados, segundo a Xinhua.

    O verão chinês costuma ser a estação das tempestades. Tufões assolam os litorais leste e sul, e tempestades se abatem sobre vastas porções do país.

    (Por Ben Blanchard)

Reuters