BERLIM (Reuters) - O número relativamente baixo de mortes na Alemanha pelo novo coronavírus se deve em boa parte à ampla quantidade de testes realizados no país, o que significa que as autoridades estão mais cientes das infecções, incluindo as mais leves, disse um importante virologista.

Falando no lançamento de uma aliança apoiada pelo governo para promover a pesquisa sobre o vírus, Christian Drosten --um pesquisador em virologia de Berlim-- afirmou nesta quinta-feira que a Alemanha está realizando "números extremamente altos" de testes, com média de cerca de 500 mil por semana.

(Por Thomas Escritt)

((Tradução Redação Rio de Janeiro, +5521 2223 7141))

REUTERS DM PF

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.