Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Tillerson em audiência em comitê do Senado dos EUA 13/6/2017 REUTERS/Aaron P. Bernstein

(reuters_tickers)

Por David Brunnstrom

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos não buscam derrubar o governo da Coreia do Norte e gostariam de dialogar com Pyongyang em algum momento, mas somente no entendimento de que o país nunca pode ser uma potência nuclear, disse nesta terça-feira o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson.

Falando a repórteres no Departamento de Estado dias após Pyongyang testar seu segundo míssil balístico intercontinental (ICBM), Tillerson reiterou que Washington busca persuadir a Coreia do Norte a abandonar seus programas nuclear e de mísseis através de pressão pacífica.

    “Nós não buscamos uma mudança de regime, nós não buscamos um colapso do regime, nós não buscamos uma reunificação acelerada da península, nós não buscamos uma desculpa para enviar nossas forças militares ao norte do Paralelo 38”, disse Tillerson.

    “Nós não somos seu inimigo... mas vocês estão apresentando uma ameaça inaceitável para nós, e temos que responder. E nós esperamos que em algum momento eles comecem a entender isto e que nós gostaríamos de sentar ter um diálogo com eles”.

Reuters