Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Secrertário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, participa de reunião do Conselho de Sergurança da ONU 28/04/2017 REUTERS/Lucas Jackson

(reuters_tickers)

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, repreendeu o Conselho de Segurança da ONU nesta sexta-feira por não aplicado plenamente sanções contra a Coreia do Norte, dizendo que se o organismo tivesse agido, as tensões sobre o programa nuclear norte-coreano poderiam não ter se intensificado.

"Se esse organismo tivesse imposto plenamente e apoiado as resoluções decretadas no passado, aplicando vigorosamente as sanções com total conformidade, talvez nós não nos encontrássemos confrontados com o alto nível de tensão que nós enfrentamos hoje", disse Tillerson ao conselho de 15 membros, no final de uma reunião sobre a Coreia do Norte.

"Nós não vamos negociar para voltar ao processo de negociação com a Coreia do Norte, nós não vamos recompensar as violações deles das resoluções anteriores, nós não vamos recompensar o mau comportamento deles com conversas", acrescentou.

(Reportagem de Lesley Wroughton)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters